quinta-feira, 10 de abril de 2014

PARLENDAS



Olá amiguinhos!


Hoje vamos falar um pouco sobre as parlendas. As parlendas são versos com temática infantil muito utilizadas por crianças e adultos em brincadeiras. Geralmente as parlendas fazem parte do FOLCLORE e por esse motivo são consideradas importante fonte cultural de um povo.  


Alguns exemplos de parlendas:




Dedo mindinho,
seu vizinho,
pai de todos,
fura-bolo,
mata-piolho.






Era meia-noite
em uma casa mal-assombrada.
A bruxa com a faca na mão...
Passava manteiga no pão!
Passava manteiga no pão!




Sol com chuva,
casamento de viúva.
Chuva com sol,
casamento de espanhol.





A vovó da Mariazinha
fez xixi na panelinha
a falou pra todo mundo
que era caldo de galinha!







Abaixo, vou publicar uma parlenda de minha autoria e outra criada hoje pelo meu filho Gabriel.


ENTREI NA MATA...
(Andra Valladares)


Entrei na mata e vi um lobo
Correndo atrás do rabo feito um bobo.

Entrei na mata e vi um tamanduá
Caçando formigas pra lá e pra cá.

Entrei na mata e vi um macaco
Gritando feito louco e atirando coco.

Entrei na mata e vi um jacaré
Temendo virar bolsa, ele deu no pé.

Entrei na mata e vi um coelhinho
Que correu para sua toca, bem rapidinho.

Entrei na mata e vi uma borboleta,
Voando entre as flores, toda satisfeita.

Entrei na mata e vi uma onça
Macia e pintada, parecendo uma almofada.

Entrei na mata e vi um saci
Fiquei com muito medo e de lá fugi...





----------------------------------------------------------



O canguru deu uma festa
e chamou toda a bicharada.
O bolo caiu,
todo mundo riu...

(Gabriel  Sarmento)







Um comentário:

  1. Maria Goreti Rocha10 de abril de 2014 12:33

    Adorei, Andra!
    Muitas eu nem me lembrava mais.
    Vou ensinar aos meus sobrinhos.
    Beijos
    Goreti

    ResponderExcluir